188bet

No Valor: Patrus rebate Kátia Abreu e defende "derrubar cerca de latifúndios"

Publicado em 06/01/2015 14:00

Em contraste com a declaração da ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), que afirmou não existirem mais latifúndios no Brasil, o novo ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias (PT-MG), disse nesta terça-feira, ao tomar posse no cargo, que “ignorar, ou negar, a permanência da desigualdade e da injustiça é uma forma de perpetuá-los”. 

“Não basta derrubar as cercas do latifúndio. É preciso derrubar também as cercas individualistas e excludentes do processo social”, afirmou Patrus, aplaudido de pé pela plateia formada principalmente por representantes de movimentos sociais, funcionários do ministério e políticos do PT.  A cerimônia não foi acompanhada por Kátia Abreu que, ao tomar posse na segunda-feira, disse que pretendia atuar próxima do Desenvolvimento Agrário. 

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

No G1: Patrus defende reforma agrária e diz que não basta 'derrubar cercas'

Ao assumir o comando do Ministério do Desenvolvimento Agrário, o petista Patrus Ananias defendeu nesta terça-feria (6) a intensificação da reforma agrária no país. O novo ministro afirmou, durante a cerimônia de transmissão de cargo, que "não basta derrubar as cercas do latifúndio", referindo-se à necessidade de disponibilizar infraestrutura para os assentados.

Patrus passará a chefiar a pasta no lugar de Miguel Rossetto, que foi deslocado para a Secretaria-Geral da Presidência. Ex-prefeito de Belo Horizonte, o novo ministro do Desenvolvimento Agrário pregou o diálogo com os movimentos sociais e a "parceria" com entidades que representem os jovens, mulheres e trabalhadores do meio rural.

"Não basta derrubar as cercas do latifúndio, é preciso derrubar também as cercas que nos limitam a uma visão individualista e excludente do processo social", disse.

Leia a notícia na íntegra no site do G1

Na Época: Patrus Ananias contradiz Kátia Abreu e defende reforma agrária

O novo ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias (PT), contrariando declarações da nova ministra da Agricultura, Kátia Abreu, defendeu nesta terça-feira (06/01) em Brasília, em seu discurso de posse, a ampliação da reforma agrária e disse que "não basta derrubar as cercas do latifúndio no Brasil".

"Não basta derrubar a cerca do latifúndio, é preciso derrubar as cercas que nos limitam a uma visão individualista e excludente do processo social", afirmou Patrus.

Em entrevista publicada ontem no jornal Folha de S.Paulo, Kátia Abreu (PMDB) sugeriu uma alteração do atual modelo de reforma agrária e disse que não existem mais latifúndios no Brasil, comentário que foi extremamente criticado por organizações sociais.

Leia a notícia na íntegra no site da Época

Na Veja: Patrus diverge de Kátia Abreu e fala em fim de latifúndios

Nomeado ministro do Desenvolvimento Agrário como um contraponto à escolha da ruralista Kátia Abreu para o Ministério da Agricultura, Patrus Ananias defendeu nesta terça-feira, durante cerimônia de posse no cargo, avanços para a reforma agrária e a derrubada das “cercas do latifúndio”.

O pronunciamento vai de encontro com a fala de Kátia Abreu, segundo quem o Brasil não precisa acelerar a reforma agrária e que “latifúndio não existe mais”. Após a declaração, dada em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Kátia disse ao tomar posse nesta segunda-feira que não aceitará “provocações” – mas reforçou que está disposta ao diálogo.

“Ignorar ou negar a permanência da desigualdade ou da injustiça é uma forma de perpetuá-los. Por isso, não basta derrubar as cercas do latifúndio. É preciso também derrubar as cercas que nos limitam a uma visão individualista e excludente do processo social”, afirmou hoje Patrus Ananias.

Leia a notícia na íntegra no site da Veja

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Fonte:
Valor Econômico + G1 + Época

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

9 comentários

  • victor angelo p ferreira victorvapfnepomuceno - MG

    Vá derrubar a cerca da horta de sua casa!!!!

    0
  • victor angelo p ferreira victorvapfnepomuceno - MG

    Quando o muro de Berlim foi derrubado, o que estavam na direção das empresas da Rússia "comunista" tomaram posse delas de acordo com a nova ordem que iria se estabelecer... Resultado: Ficaram milionários da noite para o dia... Agora como donos do petróleo e do gás, querem manter alguma coisa do antigo regime, mas eles dando as cartas...Aqui, este pessoal com inveja deste incrível e vitorioso golpe, tentam por toda maneira inverter a ordem natural das coisas para ver se resulta em beneficio próprio...Os novos milionários soviéticos, "merecem" o que têm, porque são comunistas antigos, de primeira ordem, não como este pessoal ai, esquerda fajuta, quinta coluna, X9, negociadores da soberania nacional...ou como disse aquele judeu: "Fazemos qualquer negocio"

    0
  • victor angelo p ferreira victorvapfnepomuceno - MG

    Quando o muro de Berlim foi derrubado, o que estavam na direção das empresas da Rússia "comunista" tomaram posse delas de acordo com a nova ordem que iria se estabelecer... Resultado: Ficaram milionários da noite para o dia... Agora como donos do petróleo e do gás, querem manter alguma coisa do antigo regime, mas eles dando as cartas...Aqui, este pessoal com inveja deste incrível e vitorioso golpe, tentam por toda maneira inverter a ordem natural das coisas para ver se resulta em beneficio próprio...Os novos milionários soviéticos, "merecem" o que têm, porque são comunistas antigos, de primeira ordem, não como este pessoal ai, esquerda fajuta, quinta coluna, X9, negociadores da soberania nacional...ou como disse aquele judeu: "Fazemos qualquer negocio"

    0
  • Dalzir VitoriaUberlândia - MG

    Kátia Abreu vai ser mais um a não fazer nada..só faz de conta....mas o Patrus ao meu ver se refere a a sua transportadora a TRAnSPORTADORA PATRUS...empresa de porte grande...ou seja um latifundio do transportes ..isto quer dizer que temos o mesmo direito na sua transportadora...logo pequenas empresas de transporte o ministro pratica ...logo sua empresa também pode ser de uso dos pequenos...ou prega moral de cueca...ou melhor pimenta no r... dos outros é refresco..

    0
  • Maurício Carvalho de OliveiraBrasília - DF

    É simplesmente estarrecedor o pensamento da esquerda brasileira. Além de serem incendiários da ordem e do direito, vivem em um mundo do passado distante, de uma era getulista. Esse brado equivocado do ministro Poltrus Ananias, do Desenvolvimento Agrário é de arrepiar os cidadãos trabalhadores e honestos desse país. E esse negócio de "função social da terra" isso é conceito adotado por esquerdistas que gostam de dividir o que é dos outros. Cadê o conceito de função social da farmácia ou da padaria? Que vão plantar mandioca!!!

    0
  • Rodrigo Polo PiresBalneário Camboriú - SC

    No meu comentário anterior faltou a distinção entre capitalismo e socialismo.

    Capitalismo é um sistema econômico, o único possivel.

    Socialismo é uma ideologia politica.

    0
  • Rodrigo Polo PiresBalneário Camboriú - SC

    Preciso dizer isso de uma forma melhor: na visão petista a reforma agrária só poderá ser realizada quando o processo social for transformado por uma visão coletivista e inclusiva, que deve substituir a visão individualista e excludente. Ou, somente quando o capitalismo - sistema econômico - for substituido pela ideologia totalitária do comunismo ou socialismo totalitário. Como é impossivel substituir um sistema econômico por uma ideologia - Mises provou isso -, e os trabalhadores rurais do MST não sabem disso, o objetivo é somente a perpetuação no poder através do uso dessa mesma ideologia, usando os trabalhadores rurais como massa de manobra.

    0
  • Rodrigo Polo PiresBalneário Camboriú - SC

    Vou repetir: O PT não quer, nunca quis e nunca irá querer reforma agrária. O que o PT quer é isto..."Não basta derrubar a cerca do latifúndio, é preciso derrubar as cercas que nos limitam a uma visão individualista e excludente do processo social". Repito: "Derrubar as cercas que nos limitam a uma visão individualista e excludente do processo social", ou seja, a ideologia do projeto de poder acima de tudo e de todos. As cercas são os pensamentos conservadores ou liberais e os individualistas excludentes, as pessoas de direita, conservadores ou liberais. Ou qualquer um que não concorde com eles. Ou de forma bem simples, essas pessoas querem poder, não reforma agrária.

    0
  • Telmo HeinenFormosa - GO

    Este novo Ministro do MDA "Poltrus" Ananias de Sousa, deveria iniciar sua administração colocando em prática o que é função da sua Pasta. Imitir na Posse e dar a Escritura Pública de Compra e Venda, devidamente REGISTRADA em Cartório a TODOS os assentados da Reforma Agrária do Brasil. Isto sim seria um gesto de grandeza com repercussão econômica muito grande. Deveria também dizer em alto e bom som de que é PERMITIDO sim vender os lotes recebidos, com uma (1) condição. Ninguém receberá lote uma segunda vez e nenhum comprador poderá adquirir mais (+) de um (1) lote, para evitar o reagrupamento, e não, de saída questionar o direito de propriedade. Poltrus era o sobrenome do imigrante libanês, seu avô e que o cartorario copiou PATRUS... natural de Bocaiuva, MG em 26 JAN 1952. Afinal de contas o objetivo da Reforma Agrária é fazer a terra produzir ou formar "favelas rurais"? Se for para produzir, tem que deixar vender e comprar. Se for para fazer favelas rurais é melhor faze-las nas cidade onde já tem infraestrura e equipamentos sociais normalmente.

    0
188bet Mapa do site